domingo, 26 de janeiro de 2014

1 Million Toro de Calle.

Ladies and Gentleman, apresentamos 1 Million!
Ao longo do tempo procuramos em todas as nossas ninhadas um cão para produzir em conjunto com o Logan, um cão que pudesse produzir filhotes mais dentro do que buscamos principalmente em relação ao tamanho dos cães. 
1 Million com quase três meses.
Até hoje fizemos alguns cruzamentos com o objetivo de selecionar fêmeas para o plantel, mas Mimo xXx Diva era um cruzamento que nos agradava bastante para selecionarmos um novo padreador. O futuro filhote carregaria no sangue cães como Droopy, Lil Bear, Pokemon e Juggernaut. 
Quando os filhotes nasceram, 1 Million já se mostrava muito diferente dos demais e nossa escolha foi fácil. Lógico que estamos sujeitos a erros, mas acreditamos muito em nossa aposta. Da mesma ninhada de Donna Karan e meio irmão da Amarula, 1 Million abrirá caminho para inbreedings dentro do Toro de Calle. 
Então é isso galera, o post de hoje foi curtinho,mas não tão curto quanto o nosso personagem. Vamos aguardar e observar atentamente o seu desenvolvimento. 

domingo, 19 de janeiro de 2014

Clichê Pit Bull!

Bom galera, hoje vamos direto ao assunto porque o nosso papo de hoje rende muito pano para manga. O preconceito com os Pit Bulls. Sinceramente íamos escrever sobre outro assunto, mas quando é pra ser é pra ser.
No início da semana passada um dos nossos clientes veio nos perguntar se ele podia andar com uma cópia do pedigree do seu cão com ele nos passeios. Motivo? O seu filhote, isso mesmo, filhote (4 meses) foi "confundido" e com razão com um "Pit Bull". Digo com razão, pois não pretendemos descaracterizar nossos bullies, não pretendemos perder esse elo de ligação com os ancestrais da raça. Voltando a confusão, ela ocorreu, pois um senhor se assustou com um filhote de 4 meses e gritava: PIT BULL, PIT BULL! Como quem grita tubarão em uma praia ou pega ladrão nos centros urbanos das grandes cidades. Beleza, orientamos ele e bola para frente, porém dias depois assistindo "Pit Boss" (programa do Animal Planet) fiquei assustado em saber como os APBT são tratados em alguns estados específicos nos EUA. Em alguns lugares nos EUA é simplesmente ilegal ter um Pit Bull, quem "portar" esse cão pode ser detido e perde o animal que é destinado a ser sacrificado. Isso já acontecia na Inglaterra, Noruega e Dinamarca (onde também é proibido) e todo esse preconceito não é novo e já acontecia quando lia as antigas publicações sobre a raça. 
Aqui no Brasil já tentaram proibir a criação e vira e mexe tem novidades nesse sentido, mas nunca nada de concreto. 
Ainda fazendo meu exercício de memória lembrei das inúmeras reclamações que ouvia das pessoas ao passear com nossos cães pelas ruas. 
Nada disso é novidade, a novidade é que alguns criadores querem desassociar a imagem dos Pit Bulls dos seus Bullies. Isso é lamentável, principalmente pelo fato de muitos desses criadores utilizarem dos Pit Bulls para produzirem seus Bullies. Muitos (para não dizer todos) inclusive vendiam seus cães com pedigree de APBT e ainda tem o fato de muitos que buscam um American Bully chegarem até nós por que são apaixonados pelos Pit Bulls. 
Senhores nem tudo é o que parece, adoramos esses cães por que combinam expressão fechada e docilidade, nossos Bullies serão sempre oriundos de cães com ancestrais APBT e AST, pois são essas as raças que nos fizeram apaixonar pelo que temos hoje. 
Ainda existe um grande preconceito com os Pit Bulls e não há preocupação em modificar a imagem da raça para o mundo. Várias pessoas, famílias e crianças convivem com a raça e amam seus animais mais que tudo. E muitos desses cães ajudam a várias pessoas a superarem algo em suas vidas. Vão além de animais de estimação e passam a ser um membro da família. 
Vamos ser mais leais as nossas origens, vamos defender mais a raça, pois a mídia ainda não está cansada de denegrir esse lindo cão. 

domingo, 12 de janeiro de 2014

Donna Karan Toro de Calle.

Mais uma vez escrevemos nosso post dominical para apresentar nossa mais nova integrante.
Donna Karan com pouco mais de dois meses.
Fruto do cruzamento realizado entre Mimo xXx Diva, Donna Karan é a terceira matriz a ser produzida em nosso quintal com objetivo de integrar nosso plantel. Ela foi planejada e desejada em nosso canil. Depois do nascimento da Blue Marine (ainda estou devendo o post dessa cadela) pensamos que a inserção do Mimo em nosso plantel seria importante para produzir filhotes mais curtos e compactos, bem dentro do padrão que buscamos. Assim que Amarula (Mimo xXx Chitara) nasceu imaginávamos qual seria o resultado de Mimo xXx Diva, a essa altura o cruzamento já havia sido realizado e nossa curiosidade aumentava a cada dia. Foi então que nasceu uma grande ninhada de 11 filhotes dentre eles estavam a nossa escolhida.
Esperamos ao máximo para divulgar e anunciar ela como a nossa mais nova integrante, pois sabíamos que a responsabilidade de continuar a história da Diva dentro do Toro de Calle é muito grande por se tratar de uma cadela impar. Bom, ela é linda, MUITO diferenciada e ligada no 220 (rsrsrs), esperamos muito dessa pequena, seja bem-vinda Donna Karan.

domingo, 5 de janeiro de 2014

Como é feito o nosso desmame.

Muitos que acompanham o nosso trabalho têm curiosidade de como é feito o desmame dos filhotes. Então resolvemos escrever esse post de forma breve e objetiva para mostrar como fazemos aqui em Toro de Calle Kennel. 
Geralmente um filhote começa a ser desmamado na quarta ou quinta semana de vida. Aqui fazemos da seguinte forma, quando o filhote passa atingir quatro semanas nós observamos seus dentes e ficamos mais atentos se estão mamando constantemente ou se a fêmea, mãe da ninhada já está negando suas tetas para alimentá-los. Isso ocorre por que quando os filhotes atingem essa idade seus dentes já estão bem protuberantes e incomodam a fêmea na amamentação. É neste momento que passamos a intervir na alimentação dos filhotes, disponibilizando água (filtrada ou mineral) e uma "papinha" feita a base de ração Super Premium própria para filhote junto com um suplemento alimentar ideal para desmame. Essa papinha é introduzida quando os filhotes atingem idade entre 28 a 30 dias de vida (varia de acordo com a pré disposição da fêmea em continuar amamentando os filhotes), nos primeiros dias ela é pouco consistente, sendo bem rala e vai evoluindo até ficar mais sólida. 
Quando os filhotes atingem 38 dias, os primeiros grãos de ração são introduzidos junto com a papinha até que por volta do 42º dia de vida do filhote sua alimentação é composta em 100% de alimento sólido (ração Super Premium).
Durante todo esse período o alimento é disponibilizado em tempo integral para os filhotes. A partir dos 45 dias eles já passam a se alimentar em três horários pré determinados (manhã, tarde e noite) e sua alimentação fica assim até os 6 meses de idade quando passam a se alimentar somente duas vezes ao dia (manhã e noite). 
Fazemos assim, pois temos a preocupação de entregar o filhote ao seu novo dono sem que este tenha todo um trabalho e preocupação na hora de alimentar seu filhote. Mas lembramos que todo esse período deve ter a supervisão de um médico veterinário e deve sempre atender as necessidade alimentares e nutricionais dos filhotes.
Bom como disse um post bem curtinho, mas que pode auxiliar muita gente que nunca teve essa experiência. Assim que fazemos aqui e tem dado muito certo.