domingo, 2 de novembro de 2014

Está tudo indo bem...

Boa tarde Família! Depois de dois domingos de ausência estamos de volta. O motivo da falta de post é o trabalho que estamos tendo com novos filhotes nascendo no canil e a busca por material exclusivo para vocês leitores. 
Falando em novidade, temos percebido que há um movimento novo rolando no Brasil. Existe uma onda de organizações de encontros e eventos e acreditem, o surgimento de uma revista, sim isso mesmo em algumas semanas teremos a primeira revista especializada em American Bully no Brasil.
Isso é uma evolução tão grande quanto a evolução no plantel nacional ocorrida nos últimos dois anos, pois é através desse staff que irá nos impulsionar a estar buscando sempre um aprimoramento e quem sabe esses encontros não irão amenizar ou até mesmo acabar com algumas rusgas que existem entre criadores. 
Banner dos encontros de SP e PE.
No último dia 18 ocorreu em São Paulo o que classificaríamos como o primeiro grande encontro da raça, por que reuniu grandes criadores e grandes cães de diversas partes do Brasil. Infelizmente por compromissos pessoais e profissionais não pudemos comparecer, mas teria sido um grande prazer. Ainda nessa linha de encontros também será realizado em Recife outro grande evento que promete reunir vários outros grandes cães. O evento que irá ocorrer no próximo dia 16 terá palestras sobre
nutrição e história da raça, a exposição dos cães será o ponto alto do dia. Por si só isso já seria de grande importância para a raça, mas o surgimento de uma revista nacional e especializada em nossa opinião é o que pode mudar as coisas aqui no Brasil. The Bully Game promete dar visibilidade e apoio aos criadores nacionais, matérias, entrevistas e anuncio é o que já podemos esperar, mas é o que vem com o resultado disso que pode mudar o "Game" aqui no Brasil. Imaginamos que a visibilidade que a revista pode proporcionar irá incentivar a mais encontros, novos consumidores, novos criadores, surgimento de novas linhas de sangue, espaço para novos cães e quem sabe até o surgimento de algumas competições. 
Concluindo, acreditamos que o surgimento destes movimentos é uma resposta ao buraco que a ABKC deixou em nosso país. Não tivemos um evento se quer da ABKC, a maior revista da raça que tem uma edição em espanhol ainda não há nenhuma intenção de edições em português sem contar a falta de conhecimento que a própria ABKC tem sobre o plantel e movimento Bully nacional. Vendo a dimensão e a velocidade com que as coisas estão acontecendo acredito que seremos o segundo maior mercado Bully no mundo em pouco tempo. 
É só esperar e ver os resultados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário