domingo, 1 de junho de 2014

Letra morta de número 3.205!

Há alguns dias estava escrevendo o post que colocaria no blog de hoje, quando recebi uma mensagem de um dos integrantes do Toro de Calle sobre uma matéria que tinha sido postada no site do jornal O Dia horas antes. Não gosto de dar visibilidade a este tipo de informação, pois acredito que esta é a intenção do jornalista quando publica algo como este, então reescreverei um trecho da matéria: "Os donos de cães da raça pitbull terão que registrar seus animais em delegacias policiais próximas das suas residências. A determinação foi publicada nesta quinta-feira, no Diário Oficial do Estado e assinada pelo secretário de Segurança Pública do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame. Pela resolução, o registro terá que ser renovado todo ano para atualização de dados e da vacinação anti-rábica. O dono deverá andar com o documento e, se descumprir a resolução, poderá ser multado de R$ 12,50 a R$ 12.500. A circulação e permanência dos cães já é proibida em praias, logradouros públicos e locais em que haja concentração de pessoas, pela lei estadual 3.205 de 1999. A condução do animal só pode ser feita por maiores de 18 anos e ele deve estar com enforcador e focinheira. A importação, comercialização e a criação de Pit-Bulls também são proibidas no estado."
Bom, vou dar aqui mais uma vez a nossa opinião sobre esse tema. Poderíamos chegar aqui e escrever que criamos American Bully e o pedigree dos cães vendidos aos nossos clientes são sempre de American Bully, uma outra raça que tem na sua fundação uma base de cães da raça American Pit Bull Terrier, mas que hoje é uma coisa totalmente diferente. Mas eu não farei isso, pois em primeiro lugar nós assim como a maioria dos outros criadores de American Bully de todo o mundo começamos a criar devido a grande paixão pelos Pit Bulls e segundo que até bem pouco tempo a maioria dos American Bullies possuíam pedigree de American Pitt Bull Terrier.
Essa lei já existe desde 1999 e até hoje cães são comercializados, andam na rua sem focinheira, em qualquer horário do dia, não são castrados e nunca vimos ou tivemos notícia de um proprietário que tenha sido multado ou sofrido qualquer consequência mais séria. Galera! Não se pode tomar uma ação preventiva de origem rácica, pois se fizer isso fica caracterizado como ação preconceituosa. É mais ou menos o caso da proibição do “rolezinho”, não existe julgamento por antecipação ou por aparência, pois fica caracterizado como atitude segregatória e preconceituosa.   Meus cães nunca atacaram ninguém e nem tenho notícias de que nenhum cão de nossa criação tenha atacado. Aqui temos preocupação de selecionar sempre cães extremamente dóceis, pois grande parte dos cães que aqui vendemos são para famílias.
Algumas leis do nosso país são feitas apenas com o propósito de existirem. Quem vai cumprir absurdos como a lei em defesa do Português? Que prevê multa de R$500,00 aos donos de outdoors com erros de ortografia, regência e concordância. Quem vai cumprir a lei que proíbe a venda de camisinhas e anticoncepcionais? Logicamente isso não durou mais do que 24 horas. Até a melancia foi proibida! E não estou falando da dançarina de funk. Em 1894 a fruta foi “acusada” de ser agente transmissor de tifo e febre amarela e sua venda ou consumo foi proibido." 
Como podemos observar a falta de preparo e conhecimento dos nossos políticos é enorme e estão sempre querendo agir na causa e não na origem do problema. Seria muito mais sensato uma lei para regulamentar a criação e esta deveria ter um acompanhamento de profissionais da área responsável. Pit Bull não é caso de segurança pública!  Ah sem contar que em nenhum momento a matéria cita as outras raças que a partir de 2005 foi incluída na lei. Enfim o que gera mídia é o Pit Bull.
Bom os Pit Bulls nunca deixaram de existir, nunca deixaram de procriar e tão pouco multas ou cadastros nas delegacias de polícia serão feitos. Vou falar o que eu sempre digo quando converso sobre o assunto. Acredito que não exista um público tão fiel e defensor da raça no meio da cinofilia quanto o público dos Pit Bulls.  
Mantenham o respeito a raça e seus descendentes e criem com responsabilidade! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário