domingo, 15 de dezembro de 2013

Tantas vezes Dax!

E aí família,beleza? Hoje falaremos sobre um dos ícones da raça, um cão que foi um divisor de águas para os American Bullies, um cão que deu notoriedade mundial a esses cães e mesmo não sendo unanimidade entre os criadores como um fenótipo ideal, é incontestável o seu legado para a raça tanto no ponto de vista genético quanto no ponto de vista de popularidade. 
Gr Ch Dax.
Achamos o Dax um cão fora do comum e talvez seja esse o termo mais adequado para classifica-lo. Ele imprimi em seus descendentes grande volume muscular, uma cabeça bem característica e um tamanho sempre uniforme (curto e baixo). Essas características fizeram dele um dos maiores senão o maior padreador American Bully do mundo. Com tudo isso seu sangue foi se proliferando pelo mundo e inbreedings com "N" vezes Dax são realizados até hoje. O que muitos acreditam ser sinônimo de qualidade pode não ser. Esses cruzamentos podem trazer a tona e principalmente perpetuar defeitos que até o Gr Ch Dax possui. Outro aspecto (este bem pessoal) é o fato de os cães gerados a partir destes cruzamentos fugirem um pouco do que esperamos de um American Bully. Acreditamos que seu sangue quando utilizado em cruzamentos abertos rende melhores frutos. Lógico tudo isso é opinião, mas vemos tantos bons cães filhos e netos do Dax tanto no Brasil quanto no exterior que eles já poderiam tomar rumos próprios dentro da história da raça e sair um pouco da sombra do pai. 
Afinal de contas uma raça não se faz com apenas um cão. 
E antes que venham nos questionar se estamos criticando um cão como o Dax ou coisa parecida. Estamos longe disso! Inclusive pretendemos utilizar seu sangue dentro do plantel em algum momento, mas utilizaremos de forma coerente sabendo que tem muito a contribuir, mas que tudo em excesso faz mal. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário