domingo, 6 de outubro de 2013

Por que custam isso?

Muitos clientes e curiosos chegam até nós e nos perguntam: Por que os American Bullies são “tão caros”? A resposta que eu dou é que eles são caros pelo mesmo motivo que uma Ferrari 430 Scuderia custa um milhão de reais.
Um Buldogue Francês custa de quatro a oito mil reias, assim como um Bull Terrier Miniatura. E por que eles custam esse valor? Vários motivos vão influenciar no preço de um cão. Estrutura do canil, porte do animal, cuidados na criação e dificuldade na procriação, genética que os cães do plantel carregam e o principio básico da oferta e da demanda. Todos esses fatores vão influenciar no valor do cão.
A máxima de que “o que é bom custa caro” não é tão máxima assim para os cães, pois o que é bom para mim, pode não ser bom para você. Mas é claro que cães da mesma raça apresentam uma variedade no preço e isso pode sim ser fruto de qualidade que o filhote possui. Por esses motivos encontramos Bullies de diversos preços, já soube inclusive de filhotes sendo vendidos a trinta mil dólares nos EUA, mas isso não é comum. Hoje encontramos filhotes custando entre dois a doze mil reais.
Nós do Toro de Calle precificamos as ninhadas de acordo com o “trabalho genético” que cada uma carrega. Quanto mais apurado for o “sangue” dentro do nosso objetivo/programa de criação for a ninhada, mais cara ela vai ser.
Há criadores que precificam um filhote ou ninhada de acordo com a cor do pelo e/ou cor da trufa do cão, porém canso de ver filhotes com coloração menos comercial ficarem mais bonitos e harmoniosos que cães que foram escolhidos por conta da sua cor ou marcação. Lógico que o mais experiente criador fica tentado a escolher um cão para o seu plantel por que ele tem uma marcação ou cor fora do comum, mas isso só é determinante para iniciantes.
Existem também aqueles que vendem o cão mais caro ou mais barato caso a venda esteja correlacionada a entrega ou não do pedigree, ou simplesmente por que o cão é registrado nesse ou aquele Kennel Club . Quanto a isso eu sou bem direto, sou totalmente contra aos “criadores” que vendem cães sem pedigree, mas sou igualmente contrário a ideia de que um mesmo filhote possa custar mais ou menos por causa de um pedaço de papel.  Pedigree é importante sim, só vendemos cães com pedigree, mas ninguém sai para passear com o pedigree na coleira.
Então mais uma vez fica a dica para que pesquisem o que está comprando, tente saber por que custa aquele valor e deem valor ao que é bom independente do preço.

*Os valores aqui mencionados foram tirados de sites especializados tais como: WebMotors e Cães&Cia.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário